terça-feira, 12 de abril de 2011

Entre a culpa e o arrependimento

Entre a culpa e o arrependimento Se existem dois sentimentos que se parecem tanto a ponto de nos confundirmos entre eles, são esses dois:
A culpa e o arrependimento. Mas, apesar de se parecerem bastante, as consequências que ambos podem causar são extremamente diferentes.
Vou usar dois exemplos que vão ficar bem fáceis de entender onde quero chegar. Para isso, você vai ter que pegar sua bíblia ou abrir o Bíblia Online:

Pedro

Judas

Mateus 26:20-25 Mateus 26:31-35
Mateus 26:47-50 Mateus 26:69-75
João 21:12-17 Mateus 27:3-6

Sacaram!? O arrependimento de Pedro o levou a receber o perdão de Jesus e ser uma parte importante na história do cristianismo, enquanto a culpa de Judas o levou a não suportar viver com a consequência do que ele havia feito.

A culpa é como a goteira da torneira que o tempo todo nos atormenta e não nos deixar seguir em frente sem perceber que ela está lá. Ela se instala na consciência e sempre vem nos visitar trazendo a tona aquilo que muitas vezes ninguém sabe mas é como se fosse o assunto que estão falando ao olharem pra nos quando entramos em um lugar. Ela nos tornamos reféns de nós mesmos. E infelizmente esse é o trunfo que prende alguns a algumas religiões, o sentimento de culpa, da qual nunca ficam livres. Enquanto o arrependimento nos traz o peso da responsabilidade de nossas ações, mas também a certeza do perdão, quando abrimos o coração pra DEUS ou mesmo para os alvos que foram atingidos com as tais ações, confessamos e abandonamos esse comportamento.

Essa não é tarefa fácil, mas é seu exercício que nos leva a sermos pessoas livres, ainda que não na mesma proporção da história que separa o trinfo do perdão recebido por Pedro à frustração suicida de Judas, mas ainda assim, livres. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário