quinta-feira, 1 de abril de 2010

Saia do automático!

Saia do automático

Em alguns momentos de nossas vidas somos levados a fazer coisas que não temos a menor vontade de fazer, como:

Deixar de brincar, comer e dormir o dia todo pra ir à escola, escolher se queremos esse ou aquele destino nas férias, ou mesmo decidir com qual corte de cabelo vamos ser menos ridicularizados naquelas fotografias que vão rodar a família toda.

E sabe porquê não temos esse poder de decisão? Por não termos algo que nos capacita a assumir a autoria de tais atitudes

Responsabilidade!

Por isso precisamos tanto dos nossos pais ou responsáveis nessa etapa da vida aonde somos tão dependentes.

Depois disso na melhor (e também pior) fase de nossas vidas enfrentamos outras questões que são mais dramáticas e intensas. A adolescência, que traz consigo o início dessa noção da responsabilidade das nossas escolhas, nos deixa com o despreparo para enfrentar as consequências das mesmas.  E por isso nem sempre é levada em consideração, as escolhas feitas nesse período. Por, falta de:

Maturidade!

Ok, dotados de Responsabilidade + Maturidade, somos crescidos e donos dos nosso narizes. Certo!?

Certo, mas, agora que nossas escolhas já foram e podem continuar sendo feitas livremente temos que conviver com mais um fator insuportável:

Cobrança!

Se não tomarmos as rédeas de nossas vidas nesse exato momento, voltamos a repetir aquele ciclo de submissão  que passamos da infância até a juventude, só que agora não apenas de nossos familiares como de toda a sociedade. Temos que desligar o piloto automático de opiniões alheias e começar a dirigir  nós mesmo o nosso caminho. Ainda que erremos no trajeto sabemos muito bem onde queremos chegar!

E isso já vale muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário