quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Acorde

Ainda me lembro de anos atrás ter ouvido uma irmã dizer o quanto não concordava com a letra da música Intimidade do Santa Geração, pela linguagem, que pra ela parecia desrespeitosa. Hoje posso concluir que crescemos com a idéia errada de quem é DEUS.
Deus nunca quis ficar exilado em seu trono e atuar na vida do homem como um juíz tirano que só está esperando um passo em falso nosso, pra nos castigar. Ele sempre desejou se relacionar conosco de forma íntima e verdadeira. Independente do preço que fosse preciso ser pago pra que essa relação desse certo. E olha que a parte d'Ele, Ele fez.
Me irrito com ortodoxos falsos moralistas que se preocupam com essas questões pequenas e ao invés de pontes criam muros.
E daí se eu chamo Deus de Pai, Aba ou de Você? Isso não interfere em quem Ele é pra mim.
E do que adianta você chamar ele de Senhor, mas não honra-lo com suas atitudes?
Ler a Bíblia apenas pra cumprir um ritual ao invés de permitir que ela fale com você?
Pra quê ser crente, cristão, evangélico ou o que seja e não refletir Jesus no seu dia a dia?
Se julgar justo aos seus próprios olhos, mas ser um homem de coração ímpio?
Não perca seu tempo! Comece a se preocupar com os pensamentos que o Cara lá de cima tem a seu respeito e não com a reputação que você construiu diante dos homens.
Não estou me referindo a testemunho, falo de hipocrisia.

Think about!

Um comentário: