quinta-feira, 9 de abril de 2009

Páscoa (Pessach).




A palavra Páscoa no hebraico é 'pessach' que significa passagem ou passar por cima: "... é a páscoa do Senhor" (Ex.12:11), "Porque o Senhor passará para ferir os egípcios..." (Ex.12:23), "É o sacrifício da páscoa ao Senhor que passou por cima das casas dos filhos de Israel..." (Ex.12:27).

Os antigos hebreus foram os primeiros a comemorar a Páscoa, que possui diversos significados.

No Antigo Testamento a páscoa tem o sentido de livramento e libertação, pois passou a ser celebrada depois que o Senhor livrou os primogênitos do povo de Israel de serem feridos dentre todos os primogênitos que habitavam no Egito. Isso mediante a aspersão do sangue de um cordeiro nos umbrais das portas como um sinal de remissão. Morte essa que alcançou apenas os egípcios porque Faraó endureceu seu coração a não querer libertar os filhos de Israel de serem escravos em suas terras. Livres, ao saírem da terra do Egito eles passaram a formar um povo com uma religião e um destino comum. É com o sentido de libertação que, até hoje, os judeus celebram esta festa.

Já no Novo Testamento à páscoa é a redenção. Assim como um cordeiro foi sacrificado na páscoa para a libertação dos judeus no Egito, Jesus foi sacrificado para a libertação dos nossos pecados: "... Ele salvará o seu povo dos pecados deles" (Mt.1:21); "...pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados" (Ap.1:5); "...Jesus, nosso cordeiro pascal, foi imolado" (I Co.5:7).

Assim como com a Sua morte houve redenção e com Sua ressurreição, salvação e esperança que Jesus traga algo novo à sua vida nesse período de festividade.

Que o verdadeiro sentido da páscoa não esteja em um ovo de chocolate, mas, no que realmente essa data representa.

חג
פסחא
שמח (Chag Chameach/Feliz páscoa)!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário