sábado, 7 de março de 2009


Quem me conhece sabe que não gosto de propagar as barbáries que acontecem no dia a dia, mas algumas pautas me chamam atenção por perceber que determinados casos (por diferentes motivos) ganham um enfoque absurdo da mídia enquanto outros (por outros diferentes motivos) passam despercebidos do grande público (que na minha visão consome essas informações como mero entretenimento, já que apesar da comoção nacional não há nenhuma ação prática em prol da modificação desse ciclo de calamidades). Mas esse caso do estupro da menina de nove anos pelo próprio padrasto em Recife rendeu várias manchetes e muita polêmica. Assisti o Arcebispo Dom José 'Fanho' Cardoso Sobrinho excomungar a família, os médicos e todos envolvidos no aborto. E me veio alguns questionamentos:

-Quem é ele pra habilitar alguém pra ir pra o céu ou pra o inferno (princípio óbvio da excomunhão)?

-Não seria melhor evitar a morte de duas vidas do que correr o risco de perder a ambas?

-Quem disse a ele que a Igreja Católica representa as leis de DEUS aqui na Terra?

-Se todos os envolvidos seguissem outras religiões de que valeria o decreto dele?

-E cadê a preocupação de se 'punir espiritualmente' o verdadeiro culpado, que nem sequer foi citado?

-E sim, porque ele ainda não procurou um fonoaudiólogo (...)?

Mas se não já bastasse as asneiras ditas pelo "procurador" de DEUS ele ainda perde mais uma (ou a milésima) ótima oportunidade de ficar calado ao dizer que há pecado mais grave que outro (pecadinho e pecadão...hum. Entendi!).

Na escala de pecados aborto é mais grave que estupro. Deve ser porque eliminar uma vida, mesmo sendo fruto de um ato criminoso e violento feito contra uma menina, que por sinal não tem condição fisiológica (e nem "talvez" psicológica) de suportar uma gravidez de fato é muito mais grave do que se cometer um ato de violência sexual contra uma criança, fase da vida caracterizada pela inocência.

Mas aproveitando que estamos falando de assuntos tão similares como estupro e clero Católico, e quanto aos padres pedófilos que ao invés de serem excomungados são transferidos para outras Paróquias?

Termino esse post revoltado com esse tipo de autoridades eclesiásticas que côa um mosquito, mas engole um camelo.


...Cristo em nós esperança da glória.

Até.


Um comentário:

  1. Caraca amei Lipíto...
    vc como sempre...neh!?
    Amei a foto tb...hauehae
    beijo (L

    ResponderExcluir